O lugar da cultura no jornalismo contemporâneo

A conferência final do projecto A Cultura na Primeira Página irá apresentar e debater os dados principais da investigação. Traçámos o retrato de dez anos de jornalismo cultural impresso em Portugal, entre 2000 e 2010, e vamos discuti-lo com professores universitários, críticos, programadores, jornalistas e estudantes.

Foi uma década marcada por muitas crises no jornalismo, sobretudo nos planos financeiro e profissional, em virtude da quebra de receitas e das mudanças na produção e recepção de informação provocadas pela internet. Foi igualmente um período turbulento para a cultura, uma área sistematicamente desinvestida pelos governos e que sofreu sucessivas perdas na dotação orçamental.

O jornalismo cultural não ficou incólume a este contexto. Pelo contrário, é dele um dinâmico reflexo: temos hoje menos jornalistas especializados na área cultural; secções de cultura nos jornais mais pequenas e enfraquecidas; menos suplementos culturais e menos notícias de cultura na primeira página dos periódicos.

Será que a diminuição da pujança do jornalismo cultural afecta a qualidade da nossa democracia? De que modo se reflecte nas relações dos media com os artistas; dos artistas com os públicos e com o espaço público? São questões para as quais queremos dar um contributo académico e cívico.

O lugar da cultura no jornalismo contemporâneo – diagnóstico e reflexão em torno da cobertura jornalística das questões culturais entre 2000 e 2010.

FCSH, Edifício I&D, sala multiusos 4, 22 de Maio de 2014

CONSULTE AQUI O PROGRAMA

INSCRIÇÕES
Entrada livre mediante inscrição  com direito a certificado de presença.

Para se inscrever envie por favor um email para cimjmedia@gmail.com

 

Comments are closed.